Como ligar a cobrar para outro estado? Entenda aqui!

Hoje em dia não há como ligar a cobrar sem antes utilizar o código de uma das inúmeras operadoras de telefonia atualmente existentes no mercado. Mas nem sempre foi assim. Lá se vão mais de 40 anos, desde que, em 1980, o catarinense Adenor Martins Araújo inventou a famosa ligação a cobrar sem a intermediação de uma telefonista.

Ouvir a frase “após o sinal diga o seu nome e a cidade de onde está falando” tornou-se um verdadeiro mantra; tornou-se o símbolo de um fabuloso avanço na telefonia brasileira naquele momento.

Isso porque, até aquela data, a possibilidade de fazer uma ligação a cobrar de forma direta era impensável. Não só não havia como ligar a cobrar para outro DDD dessa maneira, como até mesmo para ligações locais esse recurso era totalmente inexistente.

Foi necessário que esse antigo membro do quadro de funcionários da Telesc (Telecomunicações de Santa Catarina) decidisse, ele mesmo, realizar essa pequena “revolução telefônica”. E o curioso é saber quais foram as motivações que o levaram a criá-la; a criar um sistema que simplesmente revolucionou o modo como realizamos ligações a cobrar no Brasil.

O começo de tudo

Consta que a ideia de inventar a ligação a cobrar de forma direta surgiu de uma necessidade. Surgiu quando a filha de Adenor Martins, de apenas 11 anos, sem dinheiro e sem ter como retornar para casa, viu-se completamente sozinha e desamparada nas ruas da cidade de Florianópolis.

Sim, uma necessidade foi a responsável por fazer com que o funcionário da Telesc criasse esse sistema; um sistema de telefonia a cobrar que ele entregou como proposta ao então presidente da concessionária, Douglas de Mesquita.

Se antes de Adenor Martins não havia como ligar a cobrar dentro da própria cidade, imagine só como eram feitas as ligações interurbanas! Foi necessário que a cidade de Blumenau, em Santa Catarina, desse o “ponta pé” inicial nesse sistema de ligações a cobrar de forma local e interurbana.

Resumidamente, antes dele era necessário, como poucas sabem, inicialmente ligar para o serviço 107, para que a telefonista entrasse em contato com o destinatário da ligação.

Ela, então, passava para ele todos os dados da chamada: valores, taxas, origem, etc. Caso aceitasse, só aí então a ligação era transferida – algo que, como já é possível de se imaginar, nem sempre era tão fácil de conseguir.

Hoje em dia fazer uma ligação a cobrar é uma operação relativamente simples, mas nem sempre foi assim.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A mudança

Porém, a partir dessa inusitada invenção de Adenor Martins, tudo isso acabou ficando para trás; e ainda coube a ele a honra de obter, por meio de decisão judicial, a patente desse sistema de ligações a cobrar em 1984, apesar da antiga Telebrás não ter aceitado muito bem o fato de ele ter recebido tal honraria.

Para resumir, em 1985 a estatal conseguira reverter a decisão da justiça de conceder a Adenor a patente sobre a invenção da ligação a cobrar; e, somente em 1988, o catarinense conseguiu, em 1ª instância, o reconhecimento da sua invenção como uma “novidade na Discagem Direta a Cobrar” ou DDD.

No entanto, tal decisão não significou o fim dessa odisseia para a confirmação dos seus direitos de patente sobre esse sistema, apesar do fato de que já havia como fazer ligações a cobrar em praticamente todo o país graças ela.

Na verdade, com relação a esse seu direito, foi somente em 2013 (Isso mesmo, em 2013!) que Adenor Martins Araújo conseguiu, finalmente, por sentença do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o direito de ser reconhecido como o real “inventor das ligações a cobrar no país”, como um dos fatos mais curiosos e significativos da história recente do Brasil.

Como ligar a cobrar: passo a passo

Hoje em dia não há como ligar a cobrar de celular para celular, ou até mesmo de celular para um telefone fixo, sem usar o código 90. Ou seja, caso queira fazer uma ligação local, você terá que inserir o número 9090 antes do telefone de destino: Ex: 9090 + nº do telefone fixo ou 9090 + nº do celular.

Agora, se o seu objetivo é realizar uma ligação a cobrar para outro DDD basta utilizar a combinação 90 + código da operadora + DDD da cidade de destino + nº do telefone (celular ou fixo) – e o segredo aqui, no caso de ligações para outro estado, está no código 90 e na necessidade de inserir o DDD da cidade do destinatário.

Já para o caso das ligações internacionais você precisará conhecer o DDI do país de destino. O do Brasil, por exemplo, é +55; da Alemanha é +49; do Japão é +81; e assim por diante. Não esquecendo, também, que não há como ligar a cobrar para outro país sem utilizar o dígito “00” no começo da discagem.

Resumidamente, para ligar para outro país, basta digitar 00 + código da sua operadora + DDI do país de destino + código internacional da cidade de destino + nº do telefone.

(Exemplo de uma ligação para a cidade de Berlim, na Alemanha: 00 + 31 + 49 + 30 + nº do telefone).


Por fim, para realizar uma ligação local, a cobrar, de celular para celular, basta discar 9090 + DDD + nº do aparelho. Já no caso de uma ligação para outra cidade, a cobrar, também de celular para celular, basta discar 90 + código da operadora + DDD + nº do celular.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

E caso esse artigo tenha sido útil deixe a resposta na forma de um comentário, logo abaixo. Continue acompanhando as publicações aqui do blog banzaicon.net. E saiba que é por meio dele que conseguimos aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Rolar para cima